Orçamento: CLIQUE AQUI
Televendas: (11) 3358-8000

A lâmpada certa para cada cômodo

JMC Elétrica - Material Elétrico > Construção  > A lâmpada certa para cada cômodo

A lâmpada certa para cada cômodo

Veja qual é o tipo de iluminação adequada para cada ambiente da sua casa

Quando se está construindo uma casa é importante planejar muito bem a questão da iluminação. Isto é, considerar os tipos de lâmpada, posições e diferentes ambientes. Tudo deve ser bem planejado para deixar cada espaço da residência mais acolhedor. Não é fácil: requer atenção e algumas informações básicas sobre os tipos de lâmpadas.

A iluminação é usada com a finalidade de criar uma atmosfera que aflore sentimentos como alegria, aconchego, introspecção e assim por diante. Para cada sensação há uma lógica que indica um certo tipo de luz. Isto implica nas cores das paredes, o tipo de mobília, a intenção do ambiente e, claro, os tipos de lâmpada.

TIPOS DE LÂMPADAS

Fluorescente: é o tipo de luz branca e mais econômica.

Incandescente: é o tipo mais comum. Tem luz amarela, mais barata e consome mais energia.

Halógena: é uma variação da incandescente. Utiliza-se muito em spots embutidos nos tetos.

LED: é o tipo mais caro. Possui luz branca ou amarela. Economiza até 80% mais que as lâmpadas convencionais

OS ERROS MAIS COMUNS

Lâmpadas halógenas em espelhos dos banheiros: Por esquentarem demais, estas lâmpadas só deveriam iluminar objetos, nunca pessoas.

Lâmpadas fluorescentes com sensores de presença: estas lâmpadas duram mais quando são acionadas menos vezes. Elas aumentam o consumo de energia quando ligadas e desligadas muitas vezes. O correto é , ao acender, deixar acesa por pelo menos duas horas.

Luminárias centralizadas no teto: se colocadas dessa maneira, a luz vai criar sombras nos ambientes. Quando for trabalhar tenha sempre uma luminária de apoio próxima para garantir boa visibilidade.

UMA ILUMINAÇÃO PARA CADA CÔMODO

Sala de estar: recomenda-se uma iluminação indireta para leituras e conversas. A luz pode ser obtida através de arandelas nas paredes ou sancas de gesso para embutir lâmpadas fluorescentes, sempre de luz amarela, que trazem um ar mais natural.

Cozinha: a iluminação mais adequada é a fluorescente, pois esse é um local de trabalho. Esta luz produz menos efeitos de sombras e é mais eficiente em termos de fluxo luminoso e economia de energia.

Quarto do casal: podem ser usadas arandelas nas paredes para deixar o ambiente mais aconchegante, que também podem substituir perfeitamente os abajures ao lado da cama quando se tem pouco espaço.

Banheiro: deve-se ter uma preocupação com a luz geral e com a luz localizada sobre a bancada da pia. A iluminação geral pode ser feita com lâmpadas fluorescentes ou incandescentes e, para a iluminação localizada, deve-se usar a incandescente, pois é a lâmpada que menos distorce as cores.

Home Theater: uma iluminação indireta é a mais recomendada. Pode-se, no máximo, dar destaque à tela de projeção ou a televisão com a iluminação atrás delas. É só lembrar das salas de cinema.

Fonte: http://papofeminino.uol.com.br/mulher/a-lampada-certa-para-cada-comodo/