Orçamento: CLIQUE AQUI
Televendas: (11) 3358-8000

Lâmpada LED: como escolher a temperatura da cor?

JMC Elétrica - Material Elétrico > Lâmpadas  > Lâmpada LED: como escolher a temperatura da cor?
Lâmpada LED

Lâmpada LED: como escolher a temperatura da cor?

As lâmpadas LED tem se tornado as queridinhas em todos os tipos de ambientes. Isso se deve ao fato de aliarem baixo consumo energético, ótima luminosidade e o fato de serem menos nocivas ao meio ambiente que as outras lâmpadas. Tudo isso com um preço que cabe no bolso da maior parte dos brasileiros!

 

Lâmpada LED

 

Esse tipo de lâmpada vem em diversos formatos, cores e temperaturas, sendo possível encontrar LEDs para todas as necessidades! São tantos tipos que é muito fácil ficar confuso na hora de passar na loja de material elétrico, não é mesmo?

 

Para facilitar um pouco esse momento, hoje iremos esclarecer as principais dúvidas sobre um dos fatores que têm mais impacto ao fazer um projeto de iluminação: a temperatura da cor. Quer saber mais sobre o tema? Então venha!

 

O que é temperatura de cor? Qual sua importância? O que isso significa na prática?

 

Lâmpada LED

 

A temperatura de cor nada mais é que a variação de tonalidades de cor que uma fonte de luz emite. Tal variação não tem de fato a ver com o calor emitido pela lâmpada LED, sendo chamado dessa forma apenas por associarmos as cores mais avermelhadas a tons quentes e as mais brancas ou azuladas a tons frios.

 

A temperatura de cor é medida em Kelvin (K), influenciando diretamente em nosso psicológico e em nossa percepção das cores e dos ambientes. Luzes com tons frios remetem ao dinamismo e despertam nossa atenção, já as luzes de tons quentes conferem ao ambiente toda uma sensação de aconchego e induzem o relaxamento.

 

A escolha de tonalidade utilizada irá depender exclusivamente da função a qual um ambiente se destina. É de total importância saber qual temperatura de cor é adequada para cada ambiente, pois este fator tem influência direta na percepção do local e, consequentemente, no desempenho das pessoas que o frequentam!

 

Vale a pena lembrar que a temperatura de cor das lâmpadas não influencia no seu consumo energético, então independentemente da lâmpada LED ter uma temperatura de cor quente ou fria, seu consumo energético será o mesmo!

 

Tipos de cores das lâmpadas: onde usar cada variação?

 

Lâmpada LED

 

As lâmpadas brancas se dividem em quatro tonalidades diferentes: lâmpada quente, lâmpada neutra, lâmpada luz do dia e lâmpada fria:

 

Lâmpada Quente: com temperatura de 2.600 a 3.500 Kelvin, a lâmpada quente é comparável à lâmpada de filamento incandescente de tipo bulbo. Ideal para restaurantes, salas de jantar e estar, quartos e outros ambientes onde se deseja criar uma sensação de calma, relaxamento e aconchego.

 

Lâmpada Neutra: sua temperatura normalmente varia entre 4.000 e 4.500 Kelvin, comparável às lâmpada halógenas. A lâmpada neutra é ideal para banheiros, cozinhas e outros ambientes onde se executem tarefas que demandam um nível normal de atenção.

 

Lâmpada Luz do Dia: apresenta a melhor reprodução de cores de todos os tipos, sendo tida como a temperatura de cor do “Sol do meio-dia” em diversas partes do mundo. Sua temperatura varia entre 5.000 e 6.000 Kelvin.

A lâmpada luz do dia é perfeita para lojas, pontos comerciais, home office e escritórios em geral. Também é muito interessante em salas de aula, onde pode complementar a iluminação natural durante boa parte do dia! Trabalhos que precisem de uma reprodução de cores bastante fiel também apreciam bastante a lâmpada luz do dia.

 

Lâmpada Fria: comparável às lâmpadas fluorescentes e de alta potência usadas em indústrias e hospitais, sua temperatura está entre 6.000 e 7000 Kelvin.

A lâmpada fria é a mais indicada para locais onde as tarefas desempenhadas exigem atenção máxima e onde seja necessário realçar a limpeza (ou falta desta) do ambiente. Ideal para drogarias, hospitais e algumas áreas de produção industrial.

 

Vantagens do uso dos diferentes tipos de lâmpada LED

 

Lâmpadas LED

 

Os efeitos de percepção proporcionados pelos diferentes tipos de lâmpada LED podem e devem ser usados de forma vantajosa. Isso é algo muito importante para ter em mente no momento de passar na sua loja de material elétrico favorita para fazer as compras!

 

Psicologicamente, as luzes mais frias despertam a nossa atenção ao que as luzes mais quentes levam a um estado de maior relaxamento. Por isso, em um escritório, por exemplo, usar lâmpadas de tonalidade quente pode deixar os funcionários excessivamente relaxados, causando falta de atenção que leva a erros. Por outro lado, o uso excessivo de lâmpadas de tonalidade fria no quarto pode atrapalhar a sensação de aconchego que este deve passar.

 

No entanto, vale lembrar que tanto as temperaturas de cor muito quente como as muito frias afetam bastante a percepção da cor real dos objetos. Para uma melhor reprodução de cores, é sempre preferível usar temperaturas de lâmpada luz do dia ou neutra. A fidelidade na reprodução das cores é indicada por um índice conhecido como IRC (Índice de Reprodução de Cor).

 

O IRC diz respeito à sensação da reprodução de cor, baseando-se em uma série de cores padronizadas. Luzes que reproduzem as cores com fidelidade máxima possuem IRC de 100 (ou seja, 100% de fidelidade), que seria equivalente à luz natural do Sol do meio-dia.

 

Materiais elétricos com os melhores preços: na JMC tem!

 

Lâmpadas LED

 

A JMC é uma loja de material elétrico com muita experiência no ramo! Trabalhamos com materiais elétricos de qualidade, tudo com os melhores preços! E como tudo que está bom pode melhorar, também estabelecemos parcerias com eletricistas, arquitetos, engenheiros e muito mais para providenciar ofertas ainda mais sensacionais! Interessado em nossos materiais elétricos? Faça um orçamento conosco!

 

Gostou de saber mais sobre lâmpada LED? Fique atento ao blog da JMC para não perder nenhuma dica! Siga também nossa página no Facebook! Até mais!